27 de dezembro de 2014

ART DÉCO NA PRAÇA CALLAO


Este foi o meu primeiro esboço a caneta em Madrid, com o intuito de conseguir um efeito tipo "diário gráfico" como o que os meus companheiros urban sketchers praticam. Usei uma Staedtler novinha em folha, de bico 0,2 mm, com tinta indelével ou waterproof (pensando já na aguarela posterior). Sentei-me numa esplanada em plena Gran Via, mesmo em frente à Praça Callao - uma espécie de Times Square madrilena, com ecrãs e neons gigantes - a olhar para o edifício "art déco" dos cinemas. Com os vidros da esplanada a fazer de para-vento, lá fui aguentando o frio. Quando comecei, estava a entardecer; ao terminar, aí uns 30 minutos depois, já o crepúsculo se instalara:


As linhas rectas dos Cines Callao (inaugurados em 1926) fluíram com facilidade, sobrepondo-se em camadas planas. Abstive-me de hierarquizar, dando primazia idêntica aos vários elementos gráficos:


É certo que cortei a cabeça da torre principal. É certo também que as linhas de fuga na fachada à esquerda deviam afunilar mais. E não vou sequer falar de vários outros "gatos" que estão por ali a espreitar.... Mas o resultado divertiu-me, pois pareceu-me um quadradinho de banda desenhada:


Acabei foi por não aguarelar, deixando ficar mesmo assim. 

Até breve!
Miú

3 comentários:

  1. Gosto mais quando pintas, assim parece um bocado inacabado. Mas ficou giro na mesma!
    Continua.

    ResponderEliminar
  2. Pormenores incríveis que conseguiste captar no desenho :)

    ResponderEliminar