29 de agosto de 2016

FORTE DE LEÇA


No 4º Encontro dos PoSk (Porto Sketchers) desenhei finalmente o monumento que passei a ver com tanta frequência desde que me instalei aos fins-de-semana em Leça da Palmeira. Fiz ao todo, ao longo daquele dia de sábado, 20 de Agosto, três desenhos, o que é um terço mais do que o meu mísero saldo habitual. Mas fico-me pela quantidade, poupando os meus estimados leitores à questão da qualidade. Neste ângulo em que me coloquei apanhei o Paulo Pebre, ele próprio entretido a desenhar o dito:


Para produzir estes sarrabiscos pedi emprestada uma caixa de fruta vazia a uns vendedores ambulantes que descarregavam a camioneta ali no largo. E foi bem sentada nesse banco improvisado que o Jorge Guedes me fotografou...


4 comentários:

  1. Perfecto! Has destacado lo más importante, dejando con pocos detalles el resto. Me gusta mucho, Miú.

    ResponderEliminar
  2. Também gosto, apesar da ausência de cor. A composição resulta muito bem e as sombras estão lá!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Margarida. Deixei de tentar aplicar a cor in loco. Mas depois, muitas vezes, não tenho paciência para a pôr em casa!

      Eliminar