22 de agosto de 2016

UMA RAPARIGA NO SOFÁ


Desta vez não precisei de sair de casa para caçar um desenho. Foi aqui mesmo, na sala. A presa? A minha filha:


Eis o esboço de 15 minutos, sob pressão, pois o modelo ia sair e estava com poucas contemplações para estas ideias peregrinas da mãe:


De bom grado ou não, acho que a minha filha vai servir de cobaia mais vezes...

18 comentários:

  1. Oh, oh, oh, Qué pintura mas bonita!! Me encanta la pose y la composición. Los colores: lo necesarios! Te felicito, Miú!
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério que gostou, Joshemari? Fico contente, apesar de haver ali um problema óbvio com o reflexo do olho direito...
      Um abraço!

      Eliminar
    2. Bueno, bueno... no seas tan exigente!

      Eliminar
    3. :) A verdade é que o sou, sim, sempre...

      Eliminar
  2. Está muito bom. Com ar de estar com pressa para ir ter com os amigos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Eduardo! Acertaste em cheio na leitura...:)

      Eliminar
  3. Está com ar de frete. Os miúdos são uns impacientes. Os desenhos que consegui da minha filha são de quando se deixava dormir no sofá da sala. Pode ser que ela goste de se rever nos desenhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São mesmo, Henrique! Não têm paciência nenhuma para estas excentricidades dos pais, eheh.
      E olha, o meu mais novo só o apanhei mesmo a dormir, aqui: http://a-cacadora-de-desenhos.blogspot.pt/2015/07/um-doi-doi-na-testa.html.

      Eliminar
  4. Preciosa Miú !!.... tanto tu acuarela como tu hija .....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muchas gracias, Jon! Ela vai gostar de ler isso. :)

      Eliminar
  5. Parabéns. Devias desenhar mais pessoas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez devesse, sim. Sempre gostei! Mas é difícil arranjar modelos a jeito... ;)
      Muito obrigada!

      Eliminar
  6. Que bonito desenho Miu! E essa pose tão característica dessas idades jovens que são as dos nossos filhos :) Eu gosto assim dessa casualidade em vez do retrato direitinho e certinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também gostaria de apanhar poses mais descontraídas e naturais. São de longe as mais giras, concordo.
      Obrigada, Paula!

      Eliminar
  7. Ficou ali 15 minutos, Miú?! ...Ainda bem, pois ganhou um retrato magnífico!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez não tanto, Teresa; se calhar uns 10, é difícil precisar. Mas foi a custo!
      Obrigada e um beijinho!

      Eliminar
  8. Ficou girissimo!! Leve, descontraído e aposto que nos entretantos ela ia dizendo: "Vê mas é se te despachas..." :):) Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente, Manela, sem tirar nem pôr! :)
      Obrigada e beijinhos retribuídos

      Eliminar