21 de maio de 2018

BASÍLICA DI SAN MARCO


Regressei a Veneza depois de... 33 anos! Bem, não nos detenhamos a fazer contas 😅 e passemos ao que interessa: desenhos! E que cidade esta para desenhar!... Na realidade, o maior problema é escolher o quê, pois tudo se presta, tudo convida, tudo nos interpela. E depois há os monumentos incontornáveis, como a Basílica de S. Marcos, portento bizantino de uma beleza inesgotável. Todos os caminhos — e são tantos, na cidade labiríntica — a anunciam: "Per San Marco"... Pois bem, foi o meu primeiro desenho, muito aldrabado perante a profusão de detalhes e a riqueza dos pormenores:

A moldura humana que acrescentei à aguarela estava praticamente ausente do meu desenho in situ: 

 
As pombas, essas, são uma constante na cidade inteira. E aqui estão elas, e eu, antes de uma carga de água que subitamente se abateu sobre Veneza:
 
 
Aqui vêem-se também os três mastros vermelhos, com leões alados bem dourados no topo, que eu ignorei no meu desenho...
 

6 comentários:

  1. Com sol ou com nuvens a igreja é linda e o desenho também, adoro as cores !! Parebens Miu !!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Cláudia! É verdade que a igreja é uma beleza, à qual o meu desenho não consegue fazer justiça!...

      Eliminar
  2. No he estado jamás en Venecia y... me gustaría mucho!!!! Pero... cuando? Hay tanta gente! No me gustan las aglomeraciones y en febrero (cuando hay menos turistas), si no están con Carnavales, hace mucho frío. Total, no sé cuando podré ir, ni si algún día iré. Cuando empecé a pintar con acuarela, por el año 2000, estuve pintando toda una serie de pinturas copiadas a las obras de Turner y disfruté mucho. Todos, al mismo tamaño que los que él hizo cuando estuvo en Venecia. Bueno, perdona porque me he extendido demasiado...
    Tu dibujo es fantástico!! Y eso que es muy difícil, pero eres una muy buena dibujante y pintora! Te felicito! Qué hermosa estás, Miú. Belleza delante de otra belleza!!
    Un fuerte abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joshemari, tem mesmo de arranjar uma altura para visitar Veneza. É dos sítios mais inspiradores em que já estive, pejado de património e pormenores encantadores.

      Na minha opinião, o melhor mês é justamente este em que fui: Maio. Mas imagino que Abril já seja bom também. A questão é evitar o frio e o calor, ou seja, o inverno e o verão - sobretudo este, que é quando os turistas invadem TUDO. Da última vez que lá estive mal se conseguia nadar, pois Veneza tem muitas ruas muito estreitas (de pouco mais de um metro de largo!), que ficavam literalmente engarrafadas. E Fevereiro, então, é para evitar a todo o custo se não se gosta de multidões, pois esse é o mês do Carnaval!

      Vi desta vez em Veneza vários grupos de desenhadores, e até conheci, por mero acaso, uma "sketcher" vizinha: a Marité Prieto, da Galiza. Conhece-a, Joshemari?

      Muito obrigada pelas palavras sempre tão gentis :) e um abraço amigo!

      Eliminar
  3. Ao tempo que não tenho tempo (!) para fazer a minha ronda pelos blogues preferidos! E que surpresas tu por aqui tens!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) És uma querida, Teresa!
      Mas eu sofro do mesmo mal: não há tempo para visitar tudo o que queremos...
      Um beijinho!

      Eliminar